O embaixador da India para a Guiné-Bissau e com residência em Dacar, Senegal, garantiu para o final deste ano, a abertura da embaixada em Bissau, dedicado totalmente aos assuntos do país.

Rajeer Kumak, deu estas garantias hoje (17 junho) na saída do encontro com o presidente da República, José Mário Vaz, com o propósito de despedir do chefe de estado, no final da sua missão de 3 anos servindo a Guiné-Bissau.

“ O nosso trabalho aqui em Bissau, é muito difícil porque temos sede em Dakar, mas com o trabalho que eu fiz, o governo da Índia decidiu abrir uma embaixada aqui em Bissau. Acho que depois deste ano, vamos ter um embaixador baseada aqui em Bissau” realça o diplomata indiano mostrando a importância da Guiné-Bissau para o seu país tendo em conta que nos últimos anos muitos Indianos vem fazendo a campanha de comercialização da castanha de caju na Guiné-Bissau.

O presidente da República recebeu igualmente a delegação da missão da União Africana que está no país para analisar a situação politica na Guiné-Bissau mas que não deram nenhuma declaração à imprensa.

Por: Anézia Tavares Gomes

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più