HOSPITAL NACIONAL SIMÃO MENDES COM ROTURA DOS MEDICAMENTOS

O Administrador do Hospital Nacional Simão Mendes, o maior centro hospitalar do país, denunciou a escassez de medicamentos nesta unidade hospitalar.

A denúncia foi feita nesta terça-feira, durante uma entrevista concedida à margem de um seminário de cinco dias destinado a técnicos de saúde na área de laboratório.

Mama Samba Baldé, afirmou que o centro hospitalar enfrenta imensas dificuldades, entre as quais a rotura de medicamentos.

“As dificuldades são enormes, nos últimos dias estamos a deparar com a rotura dos medicamentos neste que é o maior centro hospitalar do país, e entre outras que não posso mencionar aqui” denunciou o Administrador do Hospital Nacional Simão Mendes.

Segundo Baldé, a saturação e a falta de medicamentos são problemas conhecidos pelo titular da pasta da saúde pública.

“ É do conhecimento de toda a sociedade qual é a consequência da falta de medicamentos num hospital. O assunto já é do conhecimento do Ministério da saúde e já estão a diligenciar a forma de conseguir os medicamentos” disse Mama Samba Baldé,

Após a entrevista, a equipe da Rádio Sol Mansi (RSM) visitou algumas salas do hospital e constatou que a maioria delas estava quase vazia. Fontes indicam que a principal razão para essa situação, é a falta de medicamentos, que tem afastado os pacientes.

Esta denúncia sublinha a necessidade urgente de uma intervenção eficaz para resolver a escassez de medicamentos, garantindo a continuidade e a qualidade dos serviços de saúde prestados pelo Hospital Nacional Simão Mendes.

Por: Turé da Silva

  • Created on .

Escreva à RSM

email

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

© Radio Sol Mansi
Cookie Policy | Privacy Policy

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più